– Então, você encontrou um emprego?

 

– Não, ainda não.

 

– É verdade que não está fácil nesse momento de crise.

 

– Sim, mas bom, é preciso não reclamar, está ainda pior por aí.

 

– Sim, mas ainda sim no meu tempo todo mundo trabalhava. E você procura trabalho em que?

 

– Bem, na construção. Eu fui pintor de edifício durante cinco anos. Então se você conhece alguém que procura um bom pintor, me dá sinal…

 

– Bem justamente senhor Bouc me dizia que os jovens estão desempregados, mas que eles não querem trabalhar, ele procura alguém nesse momento… Mas não é pintor… Você tem só que ir vê-lo se isso te interessa.

 

– Claro que isso me interessa! E onde eu posso encontrá-lo ?

 

– Ele está no canteiro de obras, vá vê-lo diretamente lá. Ele faz a pausa dele entre meio-dia e duas.

 

– No canteiro perto da estação ?

 

– Sim, sim. Mas bom, guarde-o pra você, ele énão é fácil/simples/cômodo monsieur Bouc.

 

– Não se preocupe, eu estou acostumado. Em todo caso, obrigado pela informação. Se der certo, eu te chamo pra ir no restaurante.

 

– isso vai dar muito o que falar no bairro

 

– Bom dia.

 

– Bom dia.

écouter en francais